Atualizações

[COLUNA] Esse personagem é realmente incrível ou ele faz o básico que homens reais não fazem?

Vamos fazer uma brincadeira? Liste mentalmente seus dez personagens masculinos favoritos. Listou? Foi fácil né? Agora liste suas dez personagens literárias favoritas… ficou difícil? Conseguiu preencher, pelo menos, metade da lista? Eu não consigo. Não chego a cinco personagens femininas que eu realmente ame, mas os masculinos é tão fácil quanto respirar.

Will Herondale, Rhysand, Aaron Warner, James Carstairs, Maxon Schreave, Patch Cipriano, Kenji Kishimoto, John Tucker, Alex Claremont-Diaz e James Herondale. Fácil demais fazer essa lista.

Tessa Gray, Hermione Granger, Feyre Archeron, Annabeth Chase… é, a minha lista morreu.

Mas por que isso acontece?

Bem, para mim parece claro que, da mesma forma como a maioria das personagens femininas é construída de forma simplista e não usa mulheres reais como espelho, os personagens masculinos são uma projeção de algo que não existe na realidade e por isso é tão fácil que acabemos apaixonadas por tantos personagens fictícios.

Todos os meus personagens favoritos tem características que eu admiro e até mesmo os defeitos deles são algo que me faz gostar ainda mais deles. Mas se eu parar para analisar, eles não são personagens tão excepcionais assim. Vou usar meu personagem favorito como exemplo: Will tem tantos defeitos quanto qualidades e eu realmente o amo por conta da construção e evolução que ele sofreu ao longo da trilogia. Ele é meu personagem favorito há quase dez anos e nenhum outro nunca conseguiu tomar o posto dele, mesmo que vários personagens já tenham pegado um banquinho e ocupado um pedacinho do meu coração. E apesar de eu admirá-lo tanto, eu tenho a consciência de que ele não é tão incrível assim. Muitas pessoas que leram As Peças Infernais sequer suportam o Will, mas eu sou a #0 stan dele e sempre defendo o meu amorzinho com unhas e dentes.

Will Herondale é o amor literário da minha vida, mas ele não é um personagem tão excepcional assim. Não como a Tessa, que é a personagem principal da mesma trilogia e realmente fez coisas maravilhosas e incríveis. Will faz pouco mais que o básico, mas são coisas que eu nunca vi um homem real fazer. Não no âmbito romântico da minha vida.

E quando paro para pensar sobre isso e revejo a lista dos meus personagens favoritos que eu listei lá em cima, chego a triste conclusão de que talvez todos esses personagens não sejam tão incríveis quanto meus olhos os veem. Talvez eu esteja tão acostumada a ver e receber menos do mínimo na minha vida amorosa, que Maxon Schreave falando para America Singer quebrar o coração dele em mil pedacinhos porque ele sempre foi dela para que ela fizesse o que quisesse, me deixa completamente rendida e apaixonada por ele. Nenhum desses personagens estão na minha lista de favoritos por terem salvado o mundo ou qualquer outro que seja o motivo do plot da história. Eles estão na minha lista porque eu acabei me apaixonando por eles, porque eles são projeções de um romantismo que eu não encontrei na minha vida pessoal.

Tessa Gray é minha personagem favorita porque ela arriscou a própria vida para salvar quem ela amava e o mundo. Will Herondale é meu personagem favorito porque ele lutou para abrir seu coração para Tessa e tem a construção de personalidade mais incrível que eu já vi em uma saga de livros. Tessa é minha inspiração como mulher e Will é minha projeção romântica de alguém que eu não encontrei e não vou encontrar na vida real.

Meus personagens favoritos fizeram apenas o mínimo e ainda assim, são os donos do meu coração porque eu queria que eles existissem na vida real para que eu pudesse viver um romance incrível. Eu os admiro por terem salvado o mundo e etc? Claro, mas essa não é a base do meu amor por eles. Ou seja, eles não são personagens excepcionais, não fazem nada além do mínimo ao suprir minhas expectativas românticas.

Homens são muito melhores na ficção, já que a maioria dos homens da vida real só dão dor de cabeça e irritação.

Por Grazie S.