The Sweet Escape

Gênero: Drama
Classificação: +14

Restrição: insinuações de nudez.

Sinopse: Antes do início do show de volta da banda, o Niall Horan some.
O que você pode fazer?
Beta: Olívia W.Z.

CAPÍTULO ÚNICO.
Ela tinha cinco minutos para acha-lo.
Principalmente porque ele nem estava pronto para entrar no palco.
—O que foi que você disse para ele?
Havia sido minuciosa. Havia pedido a equipe que mantivesse qualquer pessoa que não fosse essencial longe dos cantores, principalmente de Niall.
A garota encarou a mulher que dias atrás havia feito escândalo na frente da produtora clamando que havia tido um filho com o cantor.
Meras mentiras, já que apesar do jeito fofinho de Niall, ele não seria idiota em engravidar alguém prestes a volta com One Direction… Certo?
Todo o trabalho de não podia ir por água abaixo, certo?
Ela estava em pânico enquanto tentou novamente o telefone do cantor, mandando mensagem.
O empresário de Niall iria mata-la.
sentia seu mundo ruir juntamente com toda aquela sensação de derrota. Ela dera a alma, coração e noites em claro para aquele evento acontecesse, e vem uma megera de sabe-se onde dizendo asneiras sobre o cantor.
Niall… Pai? nem imaginava o cantor dormindo com tal mulher, e apesar do jeito príncipe encantador enganar as pessoas com o rosto de bebê, Niall era homem.
Mas ele tinha responsabilidades.
—Isso é um desastre!
A gerente da Sly Production estava prestes a perder os cabelos. Nora era uma pessoa legal, confiável e responsável, e não hesitou em ligar para todos os seus contatos no Reino Unido buscando o então cantor.
—Achem ele agora!
Eles tinham menos de cinco minutos, já havia perdido as esperanças, enquanto um lampejo surgiu em sua mente.
—Onde é a sorveteria mais próxima?
X
Niall Horan era previsível .
O irlandês tinha uma face adorável de bebê, e o chamava de anjinho; e as vezes de demônio pelas costas dele, por conta de suas constantes brigas com a então assistente.
E Niall era humano também.
Seres humanos erram.
Se estava ansioso tomava um milkshake, se estava alegre comia um bolo de chocolate, porém se estava triste…
Ele tomava sorvete.
Havia descido vários lances de escada. Conseguiram 10 minutos até o início oficial do show e trazia o traje do cantor, enquanto o motorista ia para sorveteria mais próxima dali, com uma maleta entregue pela maquiadora, e o aviso do conceito que deveria estar no rosto do cantor.
Niall Horan poderia ser considerado um homem morto, assim como , mas assistente sabia que ele não iria levar a culpa de nada.
Roeu as unhas, enquanto o carro parou em frente a sorveteria, ao passo em que desceu do carro e reconheceu o irlandês com um ponte de sorvete em suas mãos, um boné e máscara.
Como ninguém o reconheceu?! Enquanto a garota entrou na lanchonete, e puxou o cantor pelo braço junto ao pote de sorvete, e estava apressada para tentar convencer Niall a entrar no carro.
?
—Entra no carro. Agora.
Eles não tinham muito tempo, então apenas jogou os trocados em cima da mesa da sorveteria, e arrastou o rapaz sob olhar curioso dos frequentadores. Niall retirou a máscara e encarou a assistente.
—O que você pensa que está fazendo? Quer a minha cabeça sendo arrancada do meu corpo por conta do seu sumiço?
Niall revirou os olhos.
O drama sempre soava pela boca de , apesar da garota de 24 anos parecer mais pálida que o normal. A mulher havia sido incumbida por seu agente a cuidar das necessidades do cantor durante os últimos dois anos, mesmo que ela e Niall estivessem em constante briga, a sintonia era incrível.
era maravilhosa em lidar com situações constrangedoras, e abafava cada escândalo em que o cantor se metia as vezes.
—Suma depois do show. Se o seu empresário soube, eu estou morta, Niall. Agora, você está bem? Você está bem?
—Achei que…
—Eu me importo com sua carreira e saúde, e você se comprometeu com os outros rapazes. Já imaginou dar um bolo em Harry Styles?! A pobre da Srta. Ridley está prestes a perder os cabelos… – disse enquanto limpou os lábios do músico com papel, e abriu o kit de maquiagem – Não é o único que deu duro por essa noite. Pense na equipe toda, Horan. Consegue retirar sua blusa? vamos. Você precisa estar perfeito para o show.
Niall retirou a roupa, enquanto a assistente ajudava-o a se arrumar. sempre ajudava o rapaz, mesmo que ele a tenha feito surtar mais vezes do que o saudável, e gostava do trabalho com Horan.
—Não está…
—Já vi você de cueca, Horan. Não é hora para vergonha, vamos.
Murmurou ela, ajustando a camisa e arrumando o cabelo do cantor com os dedos enquanto encarava a foto que havia de referência.
—Você precisa tirar essa bermuda e vestir isso. Agora.
—Nem vai me pagar um drink, ?
Brincou, e apesar da intimidade de ambos, ainda era adorável quando corava com o jeito atrevido do cantor.
— Horan!
—Ok, ok, eu tiro.
Ele teve dificuldade em vestir o jeans, enquanto ajustou o casaco. Estava apresentável até aquele momento e a garota ajeitava a camisa, colocando o cordão.
—Você está bem para isso? Se não estiver, vou te dar um remédio para conseguir!
Ela questionou, enquanto ajustava a maquiagem sobre o rosto dele. Niall) sorriu; poderia estar em pânico mas sempre estava ali para ajudá-lo.
—Vou ficar. Aliás, ela…?
—O filho não é seu,Horan. Se fosse, ele teria a sua cara de bebê falso. Acha que não sei com quem dorme, Niall? Até sei com quem dormiu na semana passada… Aliás, você e ela só tomaram uns drinks. E se for realmente seu, ela deveria ter aceitado o teste de DNA, certo? – ela murmurou seca, enquanto finalizava o trabalho – Eu espero que Srta. McQueen goste disso. Porque não fugiu só depois do show? Aí eu não precisava impedir de você comer sorvete, e muito menos arruma-lo dentro do carro.
era assustadora, de uma forma que Niall agradecia por ela estar ao seu lado.
—Eu quero meu sorvete.
—Depois do show. Seu castigo deveria ser sem sorvete, mas vou ser boazinha.
Revirou os olhos, e a garota sorriu.
Logo estava no subsolo do local do show. A mulher o arrastou pelo prédio em que estavam, e chegaram ao camarim. havia feito Horan suar um pouco.
A mulher da produção encarou o trabalho feito de última hora.
—Roupa ok. Cabelo ok. Maquiagem… Elizabeth? O que acha?
A maquiadora encarou o rapaz.
—Quando for a troca de roupa, eu mudo o conceito.
A mulher disse enquanto apertou as bochechas de Horan. Niall sentiu o olhar esverdeado sob si e engoliu a seco, ao mesmo tempo em que a mulher sorriu maníaca para ele, assustando todos da produção.
—Da próxima vez, se esconda no prédio e nós te daremos todo o sorvete do mundo, ok? Estamos entendidos, Sr. Horan?
Ele apenas meneou com a cabeça, enquanto era levado para o palco, tendo o microfone colocado em seu corpo, assim como o ponto de acesso em sua orelha. Os gritos da produção eram ouvidos enquanto a banda que havia aberto o show se despedia de todos, e o loiro apenas sorriu em constrangimento para os companheiros de banda.
—Foi mal, caras.
—Tudo bem. Vamos dizer que você fugiu do público.
—Ficou com medinho.
—Srta. McQueen é assustadora. Você se mijou nas calças?
Horan revirou os olhos, enquanto falava com alguém da produção, e correu para entrega-lo uma garrafa de água enquanto ajustava a gola da camisa do cantor, tocando nos ombros dele como o ritual que ela fazia antes de qualquer show sempre que estavam trabalhando juntos.
—Faça a sua melhor performance.
—Ei, .
—Vai me dizer que tem algum problema, Horan? Depois do show!
Ela suplicou, Niall deu um sorriso enquanto o mesmo apenas disse em tom brincalhão.
—Obrigado por ter ido me buscar. Não vou te decepcionar, e nem desperdiçar seu trabalho duro. Vai ser o nosso melhor primeiro show!
encarou o loiro subir no palco, enquanto apenas sentiu orgulho por ele.
Apesar de que Horan ainda a faria perder os cabelos algumas vezes, ela amava o trabalho.

Fim.