01. Kill My Mind

01. Kill My Mind

Sinopse: “Eu te amo, mas não posso enlouquecer por você”.
Amor por Charles era inigualável, ao ponto de Evan não ver uma vida sem ele.
Gênero: Drama e Romance.
Classificação: +14
Restrição: características físicas.
Beta: Sharpay Evans

Capítulo Único

A felicidade deveria ser sinônimo de Wess, e também, sinônimo de tristeza. Você é capaz de amar alguém tão profundamente ao ponto de enlouquecer por essa pessoa?
Roux sempre foi capaz disso por ele. é o seu Sol, alguém que o fazia acreditar que o amor podia superar tudo, alguém que estimava mais do que qualquer coisa em sua vida, alguém que trocaria qualquer coisa em sua vida abastarda que ele pudesse viver ao lado de o restante de sua vida, alguém que o fazia se levantar todas as manhãs com um sorriso bobo no rosto, alguém que o fazia se sentir vivo de todas as maneiras possíveis.
E esse alguém era .
“Quando você ama alguém, você pode enlouquecer por essa pessoa, e eu não posso mais enlouquece por você, ”.
A voz dele soava em sua mente, enquanto socou a mesa de madeira pela décima vez naquela noite. havia deixado ele, seu não o amava mais, com aquele simples raciocínio, ele estava enlouquecendo ao pensar que os últimos onze anos não foram nada para o homem.
fora seu primeiro amor de verdade, alguém que ele lutou para estar junto desde o primeiro momento em que percebeu que o amava profundamente.
Como viver num mundo em que não estava ao seu lado? Roux não fazia ideia de como, apenas sabia que era uma parte significante de sua vida desde o primeiro momento em que pôs os olhos no Urso Negro durante os tempos de adolescência. Como ele não podia mais amar ele? apenas encarou o whisky de fogo, ao mesmo tempo em que sentia seu corpo queima, apenas suspirou enquanto o copo foi retirado de sua mão.
– Me deixe em paz!
Rugiu, enquanto a pessoa desviou do soco e retirou a varinha de seus bolsos, e outra segurou , e sentiu que suas lágrimas trafegavam seu rosto enquanto encarava os olhos azuis frios fixos em si como se lessem sua alma machucada pelo único homem que amou em toda a sua vida.
– Nunca imaginei que o veria assim.
A voz era rouca, se lembrava da primeira vez que cruzou com Damon na sua vida, e talvez tivesse realmente deixado sua educação de lado naquela época e dado um soco nele, apenas abriu um sorriso de lado, enquanto riu. Ele estava sendo salvo por eles?
– Damon, pare com suas gracinhas.
A voz soava tão seca quanto as folhas no outono, observou Niklaus Horklyns e Damon Bittencourt, enquanto as mãos cobertas por luvas de couro estavam sob a sua face, e os olhos verdes genuinamente preocupados com ele como se lesse a alma dele.
– Podíamos duelar?
– Damon, não é hora e nem lugar – a voz soou seca e fria, enquanto a mulher estava em silêncio o observar o trio de rapazes – Vamos levá-lo daqui. Isso deve bastar não é, por tudo o que ele tomou?
Foi arrastado para fora do bar bruxo que encontraram nas vielas de Boston, e apenas percebeu enquanto aparantou num apartamento da classe abastada da comunidade bruxa de Boston. O cheiro de alecrim e hortelã espalhados pelo ambiente, enquanto ele logo foi colocado sob o sofá cama e as mãos geladas sobre sua face, enquanto o som do fogo queimava ao seu lado aquecendo seu corpo despido de calor humano, do calor de .
– Você quer comer?
Ele conseguia ouvir as vozes de Damon e Niklaus ao fundo, em cochichos, “–Ele deixou o maricas do Wess fazer isso com ele, Klaus. – Quieto, Damon, deixe-o”.
Mesmo naquele segundo, ele queria socar a cara de Damon pelas palavras contra . Afinal, era… Cortou o pensamento, enquanto a dor estava consumindor lentamente a sua sanidade.
– Eu quero morrer.
– O segredo é saber como morrer, Roux – a voz soava tão calma e suave como uma pluma, então sentiu aquela vontade de chorar – Você pode chorar, sabia? Eu não estou em posição de julgar.
– Irá se tornar real. Eu sei se começar a chorar, vai ser real.
Ele não queria que fosse real, apenas um pesadelo que o fazia acreditar que não o amava mais.
– Eu não posso garantir que não irá doer, – A voz dela soou séria, enquanto passou os dedos sobre os cabelos castanhos escuros dele – Mas, não pode viver no passado. Eu sei que dói amar alguém ao ponto de enlouquecer, mas você precisar ser forte, meu amor.
apenas se encolheu, enquanto as lágrimas escorriam por sua face, enquanto o choro explodiu em seu peito.
havia partido seu coração.
O mesmo tímido e charmoso havia quebrado seu coração em mil pedaços, se encolheu com as lembranças que tentava esquecer desesperadamente de sua mente. Como alguém é capaz de amar como ele amava ? As mãos o seguraram sobre o colo, enquanto toda aquela dor iria mata-lo a qualquer momento, porque ele amava tão desesperadamente que o amor por ele só crescia em seu peito.
. Chore.
Ele estava com raiva, dor e desespero. Desde os seus 13 anos, ele havia amado de todas as formas possíveis, desde a alma até o ato canal, Wess era seu pecado mais saboroso, ao qual ele jamais havia se arrependido de amar como ele amou, sentiu os dedos delgados sobre sua pele enquanto os cabelos ruivos caiam sobre a face de preocupação da melhor amiga.
– Se eu me machucar, você irá juntar os meus restos e consertá-lo?
– Mesmo que seu coração se estilhaçar em mil pedaços, eu irei cuidar de você, Roux – a voz dela soava calma, enquanto passou os dedos sobre os cabelos dele – Você é meu melhor amigo, e por isso, eu sempre irei estar ao seu lado.
apenas se aconchegou nos braços da ruiva, enquanto o cansaço do primeiro amor estava exaurindo toda a sua força.
Wess era seu primeiro amor.
E talvez fosse o último.

X

Lyanna o segurava contra o peito.
Os cabelos loiros caindo sobre sua face, enquanto as orbes azuis desciam sobre o velho apartamento no Brooklyn, ele havia fugido de Boston por causa de Roux, afinal todos os amigos e conhecidos de ambos sabiam agora da trágica separação do casal dos tempos da academia.
“Você não é digno de Roux”, a voz soava em sua mente, como um lembrete de que ele jamais estaria aos pés do Herdeiro da Casa dos Roux. Como ele pode ser tolo ao deixar o amor por crescer até aquele ponto? Ele sabia que algum ponto, poderia se cansar dele, porém o Roux sempre lhe dizia que jamais iria se cansar de como o loiro o imaginava.
tinha os olhos charmosos em tons castanhos claros, o sorriso galante de uma forma que fazia o coração de se derreter lentamente quando as orbes o encaravam com tamanho amor. “Se você não terminar com ele, eu juro que irei machuca-lo”, o aviso chegara no mesmo dia em que iria pedir em casamento o Raposa Vermelha.
“somos bruxos, podemos resolver tudo? Certo?”, com aquele pensamento tolo, ignorou tais avisos, e quando apareceu machucado, não pensou duas vezes antes de terminar o romance que perdura por uma década.
Ele machucaria o coração do homem com quem vivia há 11 anos um romance com amor, sexo e cumplicidade. Seu amor por ele era maior do que seu desejo de estar ao lado dele, gritou contra o peito de sua melhor amiga, enquanto Lyanna tentava acalmar o coração do ex-colega de escola.
. O que houve?
– Eu o machuquei, Lyanna.
– O que foi, ? – a voz soava temerosa – Por que você está chorando? Por que você terminou com ? Sempre achei que estava feliz…
– Eu não posso amar ele. Eu não sou digno, eu irei machucar ele mais do que…
O desespero tomou conta dele, enquanto Lyanna o segurava contra o corpo, ao mesmo tempo em que sabia que nenhum momento poderia voltar atrás de sua decisão.
Roux jamais poderia ser seu.
. Pelo amor de Merlin! O que foi?
– Ameaçaram a vida dele – gritou em desespero, enquanto Lyanna se assustava – Ele é de uma família abastarda, e você sabe disso? Se se dedicasse mais, poderia dominar o país em dois tempos, Lyanna, mas… Ele só deseja estar ao meu lado.
– Somos bruxos, seu tolo, podemos resolver tudo?
– Ele apareceu machucado, Lyanna – engoliu a seco com a imagem de machucado em sua mente, havia sido um dos dias que mais sofrerá em sua curta vida – Eu não puder fazer nada, nada! Então, eu decidir não deixar minhas emoções dominarem. Eu…
– Você desistiu da sua felicidade para proteger ele, ? Por Merlin, você está se matando assim.
riu. Um riso cansado, enquanto apwnas limpou as lágrimas com as costas das mãos, enquanto encarou ela.
– Eu irei proteger ele, Lyanna, nem que custe a minha vida.
apenas encarou a foto que trazia consigo em seu relógio de bolso. sorrindo, enquanto beijava a sua face.
era seu primeiro amor, porém não podia ser o último dele.
Enquanto mataria em sua mente todos os sentimentos que havia por ele.
Fim?¹

 

¹Talvez haja continuação.
²Ambientado no universo de HP.