Delicate

Delicate

Gênero: Romance.
Classificação: +14
Restrição: Luke Hemmings é fixo como principal.
Sinopse: A reputação de Melody está indo de mal a pior… Mesmo que a situação seja delicada, por causa de todos os rumores, Luke e Mel insistem em continuar com seu caso escondido.
Beta: Lara-Jean Covey.

Capítulo Único

estava sentada na sacada de seu apartamento, observando Los Angeles. Estava enfrentando um problema com a mídia, onde sua reputação estava sendo destruída. Aparentemente mulheres não podem fazer o mesmo que os homens, e quando o TMZ a flagrou saindo de um motel com um casal de celebridades, decidiram acabar sua imagem de “boa moça”. Não que dependesse dessa imagem ridícula que haviam criado para ela, e talvez isso abrisse mais portas em sua carreira, e propostas de filmes que não fossem romances adolescentes começassem a aparecer, afinal, não aguentava mais estar com 24 anos e ter que interpretar personagens de 16, apenas por ter um rostinho angelical.
Decidiu dormir. A garota queria sair e curtir a sexta a noite como suas amigas estavam fazendo, mas por ordem de sua PR, ela deveria sumir da mídia por alguns dias, até a poeira abaixar. Vestiu seu pijama de cetim roxo e deitou-se. Pegou o celular e começou a ver alguns stories no Instagram. Estava entediada e não tinha como negar. Estranhou a receber uma foto no direct de Luke Hemmings. Eles conversavam antes da confusão acontecer, mas quando o assunto dominou a mídia e ficou entre os mais falados, ele simplesmente desapareceu. Abriu a foto e viu que era uma rodada de tequilas. Apenas respondeu um “gostaria de estar aí” e colocou o celular na mesinha de cabeceira para dormir. Alguns minutos depois o ouvir vibrar. Se surpreendeu mais uma vez ao ver o nome de Luke brilhar na tela.
– Oi. – Atendeu sem muito ânimo.
, como você está? Vem para cá. – Luke respondeu alterado.
– Luke, onde você está? – A garota sorriu no escuro ao imaginar o loiro bêbado.
Eu estou num bar no lado leste de Los Angeles. – Ele pausou por uns segundos. – Então você vem?
– Eu não posso sair… Minha reputação não está muito boa, e qualquer flagra pode custar muito. – respondeu ouvindo um suspiro decepcionado do outro lado da linha.
É uma situação delicada. – Ele soltou e pausou outra vez. – E se eu for aí?
– Eu não posso te prometer nada, mas você pode me fazer um drink.
Combinado, chego em 15 minutos. – E assim o garoto desligou.
começou a se perguntar por que Luke ainda insistiria nela depois de tudo que foi exposto, e depois de ter sumido por algum tempo. Chegou a conclusão de que ele deveria gostar de quem ela era. Mel tinha medo de acabar prejudicando ele de alguma forma com toda essa confusão, e já que ele queria a ver, nada mais justo que ser escondido.
Pensou em trocar de roupas, vestir algo mais decente, mas lembrou que era tarde da noite e ela estava prestes a dormir, então desistiu. Apenas colocou um robe por cima de tudo e o fechou. Seu interfone tocou e era a portaria do prédio avisando que Luke estava alí. Sentiu seu estômago gelar, mas logo retomou o controle emocional que tinha.
! – O loiro exclamou ao vê-la abrir a porta.
– Luke! – Ela devolveu a animação.
– Eu trouxe vinho. – Ele ergueu a mão mostrando a garrafa. Foi neste momento que começou a analisar Luke. Ele vestia um jeans escuro e nos pés uma de suas botas. Uma blusa branca por dentro da calça, e seus cabelos estavam um pouco bagunçados. Não tinha como negar, ele estava lindo. Encarou o rosto do garoto e viu seus olhos azuis brilharem. Eles estavam mais escuros do que o normal.
– Ótimo. – respondeu pensando em todas as coisas divertidas que poderia fazer com o garoto.
Luke entrou e foi direto para a sala da garota. Já conhecia aquele apartamento como a palma de sua mão, afinal vinha o frequentando há algum tempo. Mel seguiu até a cozinha, pegou duas taças e se direcionou à sala, se juntando a Luke. Conversaram sobre algumas coisas, esclareceram o que precisava ser esclarecido e quando se deram conta as mãos de ja estavam puxando a camiseta de Luke, enquanto ele desamarrava a faixa de seu robe.

✨🌻
estava subindo as montanhas a caminho da casa de Luke. Gostaria de estar deslumbrada com as casas de Hollywood Hills, mas as montanhas do lado oeste de Los Angeles nunca fizeram seus olhos brilharem. Parou o carro em frente da casa do loiro e o enviou uma mensagem avisando que estava ali. Alguns minutos depois viu a porta da garagem abrir. Essa era a sua deixa para guardar seu carro ali. Havia necessidade? Talvez não, mas a garota realmente não queria mais notícias com seu nome e nem sujar o nome de Hemmings, caso fosse linkado ao seu. já havia visitado a casa de Luke algumas vezes, mas não podia negar que às vezes ainda se perdia, afinal era uma mansão.
– Oi. – Luke disse dando um selinho na garota e segurando sua mão. – Eu já te dou atenção, só preciso terminar uma reunião com os garotos. – A puxou até o escritório. Uma sala com um papel de parede rosa e florido muito bonito.
Luke, você tem batom na sua boca. – Michael soltou fazendo com que Calum e Ashton rissem.
Acho que essa é a deixa para acabar essa reunião. – Calum disse e Luke agradeceu mentalmente.
– Falo com vocês depois. Amo vocês. – O loiro disse segundos antes de desligar a chamada do skype. – Vamos? – Chamou , que concordou prontamente.
Subiram alguns degraus e o loiro abriu a porta da sala que dava para a varanda. O sol estava se pondo, então as luzes da cidade começavam a aparecer e a se misturar com as estrelas no céu. Olhou para o lado e viu um tapete no chão, com algumas almofadas espalhadas. Luke pediu para que esperasse ali. Ele acendeu as luzes decorativas da varanda e apagou as que realmente iluminavam. Petunia apareceu e começou a brincar com ela. Era uma cadela muito linda e dócil. Mel chegou a conclusão de que se não tivesse que viajar tanto para filmar, ela definitivamente teria um pet, mas não achava justo abandonar o animal quando precisasse trabalhar. Hemmings chamou Petunia e a levou para dentro de casa.
Alguns minutos depois ele apareceu com uma cesta de palha. A ideia do rapaz era fazer um piquenique sob a luz das estrelas e Mel achou aquilo lindo. Ninguém nunca havia feito algo parecido com isso para ela. Ele abriu a cesta e tirou alguns petiscos dali. Tirou também um espumante rosé, duas taças, serviu e entregou a garota.
– Saúde. – ergueu sua taça.
– Saúde! – Luke brindou com e levou a taça a boca.
Conversaram um pouco sobre o futuro. Sobre o novo álbum da banda de Luke. Sobre o próximo filme que seria a estrela. Especularam o que seriam caso a fama não tivesse dado certo. Comeram alguns morangos com chocolate, que combinavam perfeitamente com o espumante. E se deitaram para observar as estrelas.
– É normal ter todos seus pensamentos direcionados a uma pessoa só durante todo o dia? – O rapaz soltou, despertando a atenção de .
– Hm, Luke? – Ela estava confusa.
– Ok, não é normal e eu estraguei tudo. – Ele levou as mãos ao rosto.
– Ei, você não estragou nada. – Ela sorriu doce.
– Está tudo bem então? – Ela assentiu. – Eu entendo que é uma situação delicada, , mas eu realmente gosto de você. – Ele confessou olhando nos olhos da garota. Ela nunca havia visto aquele tom de azul.
puxou Luke para um beijo lento e calmo. Não pretendia passar de um beijo, mas quando percebeu o garoto já estava em cima de si. E era muito tarde para tentar impedir algo.
Mel sentia as mãos de Hemmings deslizarem por toda a extensão de seu corpo. Elas eram suaves, mas tinham um certo grau de firmeza. Poucos minutos depois os dois já estavam se amando sob a luz do luar. se perguntou se as garotas australianas o tocavam como ela. Gostaria de se sentir especial, e de certa forma sabia que era. Nada precisava ser dito, ambos sabiam onde o coração um do outro estava, e isso era o que bastava. Ao fim de seu romance, o casal se enrolou num lençol e tornaram a encarar o céu.
– Às vezes eu me pergunto se quando você dorme, você sonha comigo. – soltou ao deitar no peito de Luke.
– Todas as noites. – Ele começou a afagar os cabelos da garota. – As vezes, quando olho nos seus olhos, eu finjo que você é minha garota todo o tempo. – Houve um silêncio longo. não sabia o que dizer e não queria que aquele momento se tornasse constrangedor. – Está tudo bem eu ter dito isso?
– Está sim, não se preocupa com isso, Luke. – A garota olhou nos olhos de Hemmings, passando toda a calma que sentia.
– Eu gostaria que você fosse minha namorada. – Ele disse olhando no fundo dos olhos da garota.
– Não é muito cedo para isso? – Ele a olhou confuso. Já fazia meses que eles estavam se envolvendo. – Digo, devido às últimas notícias. – O garoto negou com a cabeça.
– Pouco me importam as notícias, porque eu gosto de você. – Deu um beijo na testa da garota.
– Tudo bem, então somos namorados. – Ela sorriu largo.
– Ótimo, namorada. – Ele acompanhou o sorriso da garota e selou seus lábios.
E foi ali, que eles se amaram mais uma vez sob a luz do luar.

FIM

Nota da autora: Twitter: @amanda_ritis | Instagram: @amandar_autora

Outras histórias:
[LONGFICS]
– Oxford University – [Restritas – Bandas /One Direction] – Em andamento.
– Queda e Ascensão – [Restritas – Cantores/Niall Horan] – Em andamento.

[SHORTFICS]
All You Had To Do Was Stay – [Especial Um Ano FOFIC]
Wildest Dreams – [Especial Um Ano FOFIC]
The 1 – [Especial Um Ano FOFIC]
London Boy – [Especial Um Ano FOFIC]
My Everything – [Especial 10 Anos de One Direction]
– Needy – [Cantores – Louis Tomlinson]
– Small Talk – [Especial Heartbreak Weather]
– Forget You Not – [Cantores – Harry Styles]
– Golden – [Especial Fine Line]
– Cherry – [Especial Fine Line]
– 11. Love Is Easy – [Especial McFly]
– 13. Party Girl – [Especial McFly]
– 21. Foolish – [Especial McFly]