peace

peace

Sinopse: Eles não davam paz um ao outro, manchando seus nomes publicamente e se tornando a maior fofoca que Hollywood já vira, mas o que ninguém sabia era que morreriam um pelo outro em segredo.
Gênero: Romance.
Classificação: Livre.
Beta: Rosie Dunne.

PEACE

— Nos ultimos dias só tem se falado de vocês serem o casal principal do novo romance de Michel Gondry. — Jimmy disse, enquanto fotos dos atores em um set de filmagem passavam na tela atrás de si. — Como tem sido?

— Explosivo. — O estrangeiro dissera, fazendo o apresentador rir. — Mas somos extremamente profissionais, bom, pelo menos eu sou. — Sorriu. — Não deixaria algo bobo assim estragar o filme.

— Como assim ”pelo menos eu sou”? Ela não tem agido de forma profissional?

riu, passando a língua pelos lábios antes de responder.

— Você a conhece, sabe como é.

— Mas queremos saber de você, me diga , o que você acha da ?

— O que eu acho de ? Acredite, você não vai querer saber. — O ator disse, fazendo o entrevistador e a plateia do talk show rirem, abrindo um sorriso de canto.

Não levaria muito tempo até que sua declaração, mesmo que nada dissesse, estivesse nos principais tabloides do país, a situação seria aumentada a ponto de inventarem que ele disse algo grandioso. Afinal, tudo era válido na hora de lucrar em cima de figuras públicas, mas não é como se ele se importasse ou não estivesse acostumado, estava naquela situação com há aproximadamente dois anos, quando uma de suas declarações sobre a mulher foi mal interpretada e criada uma rivalidade entre os dois. Sabia que poderiam ter encerrado o tópico há muito tempo, mas assim era mais divertido, certo? Qual a graça de ser um dos maiores atores da geração e não ter alguém da indústria para alfinetar?
é a queridinha da mídia, conhecida do público desde sua adolescência, quando estrelara um filme com Tom Cruise e, desde então, sua carreira decolara. Fora a protagonista de diversos filmes, indo desde o terror mais gore até os romances água com açúcar, que deixaram todos suspirando por ela. era uma atriz completamente versátil, se adaptando ao papel de forma a quase se transformar durante as gravações.
era querido pela mídia por outro motivo: a sua falta de filtro. Desde que ganhara espeço na mídia, há quase sete anos, estampava as revistas e sites de fofoca praticamente todas as semanas, sendo sincero em todas as suas declarações. Por ser estrangeiro, havia encontrado certa dificuldade para entrar na indústria, que nunca escondera a xenofobia, mas seu inglês perfeito e o fato de ter sido eleito o homem mais bonito do mundo três vezes seguidas foram tudo o que precisou para conseguir papéis secundários o suficiente para provar seu talento e crescer e se tornar um dos atores mais reconhecidos no mundo todo.

— Recentemente, disse que você não é profissional e que é difícil trabalhar com você. — Tom, o apresentador, dissera, buscando por alguma reação da mulher, que apenas abriu um sorriso irônico. — O que você tem a dizer sobre essas declarações?

— Eu não perco o meu tempo com as bobagens que ele diz, Tom. — Declarou. — Ele gosta muito de falar sobre mim, eu poderia passar o resto do dia aqui só com você lendo as últimas manchetes, não é como se isso me afetasse.

No dia seguinte, o filme fora finalmente anunciado e os novos pôsteres, exibindo os protagonistas, causara tumulto por toda a internet, assim como a distorção sobre as falas de . Não que ela se importasse, claro. Nunca teria paz, tanto da mídia quanto do homem. Sua mãe ligara e a aconselhara a ”parar com os joguinhos, isso é coisa de criança”, o que só fizera rir ao telefone, sabendo bem o motivo para sua mãe ter lhe dado uma bronca, mas era muito mais divertido dessa forma.
Nunca haviam estrelado algo juntos antes, nenhum diretor querendo arriscar as filmagens por conta da inimizade, que a mídia escancarava, entre os dois. Mas Michel Gondry, por algum motivo, achara genial a ideia de colocá-los como o casal principal de seu nome romance, vigorosamente aguardado pelo público. E o homem não poderia dizer que se arrependia, conhecia e , já tendo trabalhado com os dois de forma individual, e estava certo em imaginar os dois sendo profissionais durante toda a filmagem, fazendo toda a equipe questionar se realmente se odiavam ou se só eram dedicados ao máximo, a química presente nas cenas com certeza faria mais propostas como aquela surgirem.

insinuou que você está apaixonado por ela, , e estou te dando essa oportunidade para se declarar. — Jack dissera, fazendo todos no pequeno estúdio rir, a entrevista para a rádio era ao vivo, a imagem sendo transmitida pela internet e, por isso, todos puderam ser o sorriso divertido nos lábios do ator, antecedendo sua resposta.

, amor, — A ironia em sua voz fazendo o estúdio antecipar sua resposta. — eu achei que você fosse melhor em guardar segredos, sabe? Agora o mundo todo vai saber que a gente namora.

As provocações continuaram, as gravações do filme haviam terminado e e , os maiores rivais da indústria, haviam posado juntos no tapete vermelho, as fotos divertidas demais para serem esquecidas pelo público, mantendo seus nomes no trending topics praticamente a semana toda.

🎞️🎞️🎞️
girava as chaves de casa em seu caminho entre a porta e o elevador, os saltos milionários marcando seus passos e fazendo a mulher se arrepender de os ter usado naquele dia, estava exausta e com os pés doendo, pensando em se afundar em sua banheira por longas horas. Entrou no apartamento e abriu um sorriso ao ouvir música, ele estava em casa, depois de uma longa semana longe.
Tirou os sapatos, deixando os próximos à porta, junto de sua bolsa e casaco. Prendeu os fios em um rabo de cavalo bagunçado e seguiu o som, parando na porta do quarto de hóspedes e se encostando ao batente, observando o noivo com um sorriso no rosto. O homem pintava nuvens por toda a parede azul bebê, sua veia artística tornando o trabalho simples em uma verdadeira obra de arte. Haviam tirado todos os móveis do cômodo, decidindo que aquele seria o quarto do filho que planejavam ter — não no momento, já que suas carreiras estavam no auge, mas em algum futuro próximo gostariam de ter crianças correndo pela casa, a imagem sendo o suficiente para que esvaziassem um quarto e para que o homem começasse a decorá-lo.
murmurava no ritmo da canção, movendo a mão livre em uma espécie de dança improvisada, enquanto dava os toques finais em uma das nuvens, extremamente satisfeito com o resultada da parede. Limpou as mãos, sujas de tinta, na calça e se virou, abrindo o sorriso favorito da noiva ao vê-la.

— Amor! — Foi até ela, parando antes de poder tocá-la ao lembrar que estava coberto dos pés a cabeça de tinta, tendo sujado até mesmo o rosto.

— Quando chegou? — Deixou um beijo nos lábios do homem, sentando-se em um banco próximo à porta.

— Não tem muito tempo, estava te esperando. — Sorriu. — Se prepare para as fofocas, aparentemente os franceses são piores do que os estadounidenses.

riu, revirando os olhos.

— Você sabe que em algum momento a gente vai ter que parar com isso, não é? — Questionou. — Uma hora eles vão precisar saber.

deu de ombros, sorrindo divertido.

— Você sabe como eles vão pirar, desde aquela previsão da Manfri sobre a gente namorar, eles tentam provar que o nosso ódio é amor reprimido. — Riram. — Se eles descobrirem que não é tão reprimido assim, tenho certeza que a gente vai quebrar a indústria, vários desmaios e coisa do tipo, sabe?

— Você é tão dramático, . — A mulher declarou, se levantando afim de tomar um banho e poder, finalmente, colocar seu pijama.

— Eu sou ator, meu amor, é assim que eu ganho dinheiro. — Pode ouvir ele gritar, rindo e movendo a cabeça em negação.

Horas mais tarde, estava jogada na cama e fazia uma live em seu perfil do Instagram, tirando dúvidas sobre seu trabalho mais recente e respondendo perguntas de fãs. Adorava esse contato com seu público, rindo dos surtos que surgiam nos comentários e segurando o revirar de olhos quando questionada sobre o mais novo rumor que um jornal inventara entre ela e um colega de profissão. Passou um bom tempo naquela atividade, comentando sobre o último filme, o próximo que faria, que já havia sido divulgado, sua amizade com uma nova modelo em ascensão e planos para o futuro. E poderia dizer que a live seria um sucesso, sua agente ficaria feliz que não havia dado nenhum spoiler ou dito algo que pudesse ser usado contra ela. Bom, até aparecer ao fundo, na porta do quarto.

— Amor, você viu o meu carregador?