The Way I Loved You

The Way I Loved You

Sinopse: Alguns anos depois, sua vida estava diferente: você tinha se mudado para Inglaterra, exercia a profissão que gostava e tinha um namorado maravilhoso. Até que um dia, seu ex da época da faculdade te manda uma mensagem querendo te encontrar. Uma mistura de sentimentos te cerca e tudo que você consegue pensar é a maneira que você o amou.
Gênero: Romance
Classificação: 12 anos
Restrição:
Beta: Sharpay Evans

São Paulo, 8pm, 15 de julho de 2015
– Acho que o dia que eu conseguir me mudar para a Inglaterra, eu poderei dizer que os sonhos realmente se realizam.
– E eu tenho certeza que você vai conseguir! Aliás, você vai amar lá.
e tinham se conhecido no segundo ano da faculdade, não demoraram muito para engatar um namoro depois que perceberam que gostavam da companhia um do outro e que tudo funcionava bem entre eles. No entanto, os dois eram orgulhosos demais para assumir qualquer erro, o que resultava em brigas e gritos, até mesmo no meio da rua ou em festas. As amigas de , apesar de odiarem as brigas, não conseguiam negar que os dois se amavam verdadeiramente, pois eram cumplices um do outro e qualquer um podia perceber isso.
As pessoas mais próximas do casal amavam dizer que o relacionamento deles era uma montanha russa cheia de emoções e que os dois nunca morreriam de tédio enquanto estivessem juntos.
– O mundo é seu, . Você só precisa acreditar. – disse enquanto se levantava da cama e procurava algo em sua mochila.
– Meio difícil acreditar quando tudo conspira contra, né. – Ela disse sentando na cama, curiosa para saber o que o namorado tanto procurava.
– Ok, então vamos fazer um combinado entre nós dois aqui. – Ele disse enquanto voltava a se acomodar na cama e abria uma caixinha com um colar dentro. – Sempre que você pensar que algo vai dar errado ou que você não é merecedora do mundo, eu quero que você olhe para esse pingente e se lembre que sempre vai ter alguém que acredita em você, independente de onde você esteja!

Londres, 5pm, 18 de agosto de 2021
tinha acabado de entrar no táxi quando pegou o celular para enviar uma mensagem a avisando que estava saindo de casa. No entanto, antes de abrir o aplicativo de mensagem uma notificação no instagram lhe chamou atenção: “ Rodriguez lhe enviou uma mensagem”. Automaticamente, levou sua mão ao pingente do colar que ela nunca tirava. Não tinha notícias de desde que eles terminaram no último ano da faculdade, o que já fazia pelo menos 3 anos.
Antes de abrir a mensagem, enviou para , seu atual namorado, que estava a caminho da casa dele. Após, respirou fundo e clicou na notificação que tanto lhe chamara atenção.
Oi, .
Vi que você está em Londres
Sei que esse convite pode parecer estranho
Mas queria saber se você não topa me encontrar
Sei , a gente podia ir num café

Seu ex estava lhe convidando para um café e ela não fazia a mínima ideia de como deveria se sentir sobre isso. Quer dizer, ela e tinham terminado em bons termos, apenas foram vencidos pelo cansaço de sempre estarem brigando e até tentaram ser apenas amigos por um tempo, mas não deu certo pois sempre voltavam a se relacionar ou brigavam por ciúmes. Até que um dia decidiram que era melhor que cada um seguisse seu caminho, sem interferências do outro.
Estava chegando na casa de quando decidiu que responderia mais tarde, ela precisava pensar antes de tomar qualquer decisão de forma impulsiva.
– O que aconteceu, ? – perguntou assim que sua namorada entrou na casa.
– Como assim, ? – Ela perguntou após cumprimenta-lo com um selinho e se sentar ao lado dele no sofá.
– Você está toda afobada aí, alguma coisa aconteceu. Te conheço. – Disse enquanto fazia um carinho no braço dela.
– Argh. Odeio como você percebe tudo. – Brincou e depois ficou séria. – O me mandou mensagem agora há pouco, aparentemente ele está em Londres e me chamou para um café.
– O seu ex? – Perguntou estranhando. e tinham um trato, sempre serem transparentes um com o outro, assim sabiam tudo sobre relacionamentos anteriores e como se sentiam. Sabia que não tinha nenhum tipo de contato com seu ex desde que eles terminaram a faculdade.
– Pois é, tive essa mesma reação quando li o nome dele na barra de notificações.
– E como você tá se sentindo em relação a isso? – era cantor, mas uma parte de si sempre achou interessante tentar entender o comportamento humano; se sua carreira musical não tivesse dado certo, com certeza teria feito faculdade de psicologia.
– Sei lá. É estranho. Eu fiquei todo esse tempo sem saber qualquer coisa sobre ele, e agora ele aparece do nada querendo me encontrar.
– E você quer se encontrar com ele?
– Eu não sei. Parte de mim está curiosa para saber o que ele quer. Mas, ao mesmo tempo, tem uma outra parte que tem medo, não me pergunte sobre o que.
– Eu acho que você deveria aceitar. Você sempre me disse que vocês se davam muito bem. Talvez ele só queira saber como você está ou ver um rosto conhecido no meio dessa Londres.
– Talvez. – concordou com o namorado. Apesar de não estar muito convencida do que fazer, pegou seu celular para responder.

Oi,
Confesso que não estava esperando
uma mensagem sua
Então fiquei surpresa!
Mas topo sim o café.
me dizer quando e onde.

– Pronto! – respondeu ao namorado e depois se aconchegou no mesmo, esperando que ele colocasse um filme qualquer para assistirem. Amava a cumplicidade dos dois.

Londres, 1pm, 25 de agosto de 2021
tinha acabado de chegar no Six Degrees Collective e não demorou para encontrar sentado próximo a uma das janelas com uma xícara que ela apostava ser café expresso. Ele era viciado naquilo desde antes começarem a namorar.
não demorou a perceber a presença de . Por Deus, sua ex tinha ficado ainda mais bonita! Os cabelos cacheados estavam mais volumosos e compridos; a lembrança de quando ela tinha cortado o cabelo super curto o atingiu em cheio. Ao invés de ficar a encarando embabascado, levantou-se e esperou que ela se aproximasse para cumprimenta-la. Deveria abraça-la? Dar beijinho na bochecha? Não conseguiu pensar muito, pois se aproximou o abraçando, ela sempre fora a melhor dos dois a saber como lidar em situações constrangedoras.
– Confesso que fiquei surpresa quando vi sua mensagem! – disse ao se sentar. – Por um momento, fiquei sem saber o que responder. – Esboçou um sorriso.
tirou um momento para observar todos os detalhes do ex. O cabelo estava definitivamente mais curto do que ele usava na época da faculdade. Também estava mais magro.
– Fiquei feliz por você ter aceitado vir me encontrar!
A pseudoconversa foi interrompida por uma garçonete que fora tirar o pedido de .
– Ora, ora se ela já não está se portando como uma verdadeira britânica. – Brincou ao ouvir o pedido que sua ex tinha feito: chá preto com leite e canela e um pedaço de bolo de chocolate.
– Algumas coisas são muito fáceis de acostumar. – Ela riu. – E você sabe, sempre foi meu sonho viver isso aqui.
– Eu sempre soube que você conquistaria o que quisesse. – Ele sorriu nostálgico.
– Mas me diga, o que o senhor Rodriguez veio fazer em terras londrinas? – Ela perguntou querendo mudar o rumo da conversa.
– Bom… o escritório que eu trabalho está fechando uma parceria com um dos escritórios daqui. Vim acertar a questão de intercâmbio de estagiários e advogados! – Ele disse orgulhoso.
– Isso é incrível, ! Você ainda está naquele mesmo escritório da época em que namorávamos? – Perguntou curiosa.
– Sim! Você sabe, eles sempre me deram todo o apoio e suporte, mesmo quando era apenas um estagiário.
– Eles viram o futuro promissor que você tinha e não quiseram perder pra concorrência.
– Pode ser… Mas e você, senhorita? Pelo que soube, largou o Direito e decidiu viver como escritora.
– Bom… depois da formatura, eu e meus pais decidimos que o melhor seria eu fazer o intercambio que eu não tive oportunidade de fazer durante a faculdade. Então acabei vindo parar aqui na Inglaterra. No começo, eu acabei indo para o interior. E, bem, você sabe que esse país sempre me inspirou, então eu comecei a escrever meu primeiro livro, aquele que a gente sempre conversou sobre o tema.
– Bruxas e vampiros? – Ele a interrompeu e logo esboçou um sorriso orgulhoso.
– Esse mesmo! E aí quando eu estava terminando, decidi vir pra Londres e explorar a capital. Foi quando eu conheci o . – Ela não sabia se sabia que ela estava namorando, mas precisava ser sincera. – O que deveria ser uma viagem de seis meses, acabou virando um ano e no fim acabei me mudando pra cá, pois recebi uma proposta irrecusável de uma editora e também vendi para a BBC os direitos de transformar a minha saga em uma série.
– Meu Deus, ! Isso é incrível! Eu estou tão orgulhoso de onde você está agora! Sempre confiei que você conquistaria o mundo. Preciso dizer que eu nunca deixei de te acompanhar, mesmo isso significando que eu estava quebrando o nosso trato, você sabe que eu nunca fui bom em manter promessas.
… – murmurou. Ela não tinha ideia de onde o ex queria chegar com aquele papo.
– Ele te faz feliz? – Perguntou sem encará-la.
A escritora respirou fundo, não gostando muito do rumo daquela conversa. Algo dentro de si dizia que talvez seu ex não tivesse a superado.
– Muito. – Ela sorriu lembrando de . – Não vou negar que eu sinto um pouco de falta da turbulência que nós éramos. Mas com é tudo tão tranquilo e certo. No começo, eu estranhava o fato de não ter gritaria ou de que eu nunca ligava para alguma amiga no meio da madrugada para dizer que ele era um idiota e que eu deveria terminar com ele. Ele é tão doce… mesmo não falando praticamente nada de português, quando fomos pro Brasil, ele fez questão de ajudar minha mãe na cozinha e em outras atividades, se juntou com meu pai pra assistir futebol e até pediu opinião sobre o Doncaster Rovers, mesmo sabendo que meu pai é um mero torcedor. – Ela ficou quieta por um tempo recordando todas as memórias que tinha construído com seu namorado nos últimos anos.
sabia que ela estava feliz e ver que o atual dela se dava bem com seus ex sogros significava muito. Mas, ainda sim, era estranho saber que ele não teria espaço na vida dela. Pensava que de alguma forma ela ainda se sentia do mesmo jeito que ele. Estava enganado.
respirou fundo antes de pegar o colar que estava escondido sob sua camiseta. , ao perceber o que ela estava pegando, prendeu a respiração por alguns segundos.
– Sabe, eu nunca tirei esse colar desde aquele dia que você me deu. Mesmo quando a ocasião pedia algo diferente, eu dava um jeito de o pingente sempre estar comigo. Mas acho que chegou o momento… – Dizia enquanto levava as mãos até o fecho, sendo interrompida pelo ex.
– Não, ! Não tira! Eu sei o que você vai fazer e esse colar é seu pra sempre. Independente dos acontecimentos, ainda é símbolo do quanto eu acredito em você e da minha certeza que o mundo é seu.

– É sério, ! Pode ser que esse encontro não tenha saído exatamente como eu tinha planejado na minha cabeça… mas ver você feliz, com alguém que te apoia no que você precisa e saber que você tá conseguindo realizar seus sonhos é melhor do que qualquer coisa.
– Sabe, eu tenho certeza que você vai encontrar alguém assim como eu encontrei o , pode ser que seja no momento que você esteja menos esperando, mas você tem que estar aberto para isso.
– É quem sabe…
O encontro durou mais um tempo, não mentira quando ele disse que estava feliz pela ex, realmente estava e era lindo ver as coisas que ela estava conquistando. O que ele não esperava era que, ao sair do café, esbarraria numa das advogadas do escritório parceiro, fazendo com que ele a acompanhasse até o local de trabalho. Esbarrão este, que depois virou um ou dois encontros.
viu quando ele esbarrou na moça e reparou no jeito que ele agiu, talvez o amor estava mais próximo dele do que ele esperava. A escritora continuou alguns minutos sentada ali, aguardando chegar para que eles fossem no ateliê da personal stylist do cantor, a fim de decidirem a roupa que usariam no BRIT’S Awards que aconteceria no fim do mês.
– Como foi? – perguntou assim que ela entrou no carro e a cumprimentou com um beijo.
– Um pouco estranho, mas melhor do que eu imaginava. Eu acho que parte dele esperava que algo pudesse rolar entre nós… – Ela deixou a frase morrer.
– E você? Esperava algo do tipo também?
– Confesso que eu fiquei com medo de que isso pudesse acontecer, mas ao conversar com ele, eu tive a certeza de que existe apenas uma pessoa no mundo que eu queira e ela está sentada exatamente do meu lado enquanto dirige. – Ela sorriu e observou o sorriso largo que o namorado abriu.
Era isso, amava e, a cada dia que se passava, ela tinha a certeza de que ele era a pessoa certa para ela. Sabia que sentia falta de brigas e da montanha russa de sentimentos, mas nada seria melhor da segurança que lhe dava e da confiança que ele passava para ela. Quando era mais nova e namorava com , ela dizia para todas as amigas que não sabia que podia sentir algo com tamanha intensidade como ela sentia; mas agora, o sentimento era infinitamente maior e isso lhe acalmava.

FIM

 

Nota da autora: Oii gente!!! Espero que vocês tenham gostado dessa história, ela virou um dos meus xódozinhos porque foi tão gostoso escrever, além do que eu sou apaixonada por essa música da Taylor, tá na minha playlist para cantar durante o banho, inclusive hahahah

Comentem o que acharam, por favor!!!

Grupo de Facebook