Wildest Dreams

Wildest Dreams

Gênero: Romance.
Classificação: Livre.
Restrição: Calum Hood é fixo como principal.
Sinopse: Calum e Annelise estão juntos há dois meses, completamente fora dos holofotes. Decidem então embarcar numa viagem para as Ilhas Virgens, no Caribe, para fugir da multidão que vive em Los Angeles.
Beta: Lara-Jean Covey.

Capítulo Único

Calum e chegaram nas Ilhas Virgens por volta das quatro da tarde. A ideia da viagem repentina havia surgido há apenas uma semana e, por sorte, conseguiram se organizar para deixar Los Angeles naquela terça feira. Tudo que o casal secreto queria era deixar a multidão e os holofotes da cidade dos anjos.
Calum e estavam juntos a cerca de dois meses e apenas seus amigos tinham conhecimento disso. Os dois se conheceram no dia de uma premiação qualquer em que o rapaz precisava comparecer. A garota havia sido contratada para ser sua hair stylist para aquele evento. Sua primeira impressão ao pôr os olhos no baixista foi a altura. tinha uma queda por rapazes altos, e sabia como eles tinham potencial para serem o seu fim. A aparência de Calum também contribuía, afinal, o rapaz chegava a ser ridículo de tão bonito. Hood observou a garota assim que ela chegou com sua maleta. Riu do quão nervosa ela estava devido ao atraso, mas também observou a beleza peculiar que ela tinha. não era magra como a maioria das garotas que Calum via, ela tinha suas curvas e isso a deixava mais bonita. Quando ela se aproximou mais do rapaz para, de fato, começar a mexer em seus cabelos, ele pôde reparar em como a garota usava pouquíssima maquiagem, destacando sua beleza natural. No momento em que abriu a boca, todos os detalhes físicos dela foram descartados, já que agora ele conseguia ouvir seu tom suave de voz e perceber o quão gentil e doce ela era. Isso o deixou vidrado na cabeleireira. Decidiu que pediria o número dela com certeza. Quem diria que hoje estariam nas Ilhas Virgens, no Caribe.
– Cal, eu vou tomar um banho para começar a me arrumar. – selou os lábios do rapaz que se jogou na cama.
Calum tinha grandes planos para aquela noite. Planos que nem se passavam pela cabeça de . Ele estava completamente entregue e apaixonado por ela, e tudo o que mais queria era oficializar seu namoro. saiu do banheiro sentindo o olhar de Hood, e caminhou até a mala. Calum achava adorável o jeito que suas bochechas coravam quando ele a observava, principalmente quando estava despida. A garota colocou um vestido amarelo rodado e curto, uma plataforma de palha branca, e alguns acessórios delicados. Quando ela abriu a maleta de maquiagens, Hood decidiu tomar seu banho. optou por fazer uma maquiagem leve e natural, mas marcou seus lábios com um batom vermelho. Secou seus cabelos e caminhou até a sacada do quarto para observar o pôr do sol. Calum saiu do banheiro apenas com uma calça de alfaiataria e se pegou admirando a garota observando a famosa “golden hour”. Caminhou até seu encontro e segurou sua cintura, deixando um beijo em seu ombro. Nada precisava ser dito. Ambos estavam perdidamente apaixonados, e apenas um toque já era necessário para que o outro sentisse.
– Vai se vestir, senão vamos nos atrasar! – virou de frente para Calum.
– Não tem muito o que arrumar, na verdade. – Ele riu, se afastando e vestindo uma regata preta. – Estou pronto. – A garota riu.
– Então, o que acha de a gente andar pela praia antes de ir para o restaurante? – Ela sugeriu.
– Eu topo. – Ele sorriu para ela, e viu seu rosto se iluminar. Havia escolhido as Ilhas Virgens como destino justamente por ser um dos destinos dos sonhos de .
Antes de saírem de fato do hotel, Calum passou na recepção e perguntou se o que havia combinado estava certo. Avisou também o horário que provavelmente estariam de volta e foi de encontro a que observava alguns quadros que estavam pendurados pelas paredes da recepção.
Caminharam pela praia por alguns minutos quando decidiu parar apenas para observar o mar. Desde pequena sentia essa ligação com o mar. Era algo inexplicável, mas ela sentia como se aquilo fizesse parte dela. E não, isso não acontecia devido a sua infância visitando a baía de Santa Mônica, mas sim pela energia que ela sentia. Vários pensamentos se passaram por sua cabeça quando ela sentiu o cheiro da maresia.
? – Calum a chamou. – Você está bem? – Brincou. Ele sabia o quanto ela amava praia e tudo que envolvesse aquele ambiente. Como australiano ele não podia estar mais feliz com isso.
– Eu estava pensando… – Olhou para o garoto. – Me promete que se a gente não ser certo você vai lembrar de mim usando um vestido bonito, – passou as mãos no tecido que vestia – olhando o pôr do sol, e de batom vermelho e com as bochechas rosadas? – Olhou para Calum esperando sua resposta.
– Por que você ta falando isso, ? – Ele estava confuso.
– Porque nada que é bom dura na minha vida. – Ela deu um sorriso triste.

– Ninguém precisa saber o que fazemos. – Calum disse entre os beijos que dava em . Ele sabia o quão ruim seria para a carreira dela.
Quando menos perceberam suas roupas já estavam espalhadas pelo chão do quarto da garota e os dois enrolados um no outro por debaixo dos lençóis.
A voz de Hood soava familiar nos ouvidos de . Enquanto a garota deslizava suas mãos pelas costas do rapaz, ela se arrepiava a cada palavra que ele dizia ao pé de seu ouvido. Eles tinham sua própria sincronia. Era como se eles fossem realmente feitos um para o outro.
E assim passaram sua primeira noite juntos, enrolados nos lençóis a noite inteira.

– Não fale algo assim, meu bem, vamos pensar no agora, ok? – Ele pediu, puxando a garota para um abraço apertado.
– Meu estômago está pedindo por comida. – Ela riu ao ouvir sua barriga roncar.
O casal seguiu para o restaurante para ter um jantar simples, mas ainda assim muito romântico. O que gostava em Calum era que a fama não havia o feito um cara rico e que se importa com coisas caras. Ele era um cara simples… Daqueles que uma simples passada no drive thru o deixa feliz, ou então comprar algo na Target em promoção. Ela amava o qual “normal” ele era.
Depois do jantar o casal decidiu voltar para o hotel. Estavam cansados da viagem e queriam descansar.
Calum fez questão de deixar que fosse a primeira a abrir a porta do quarto e se deparasse com a suíte iluminada por velas e em cima da cama havia apenas um buquê e uma caixinha com um coração em cima. Sabia como aquilo era clichê, mas ele estava pouco se importando. ainda confusa com aquilo, caminhou até a cama e pegou a caixinha. Ela estava leve, como se não tivesse nada dentro. olhou para Cal confusa e ele deu ombros. A garota olhou o buquê e ali tinha um cartão. Ela abriu e leu as letras de uma de suas músicas favoritas.

“I can’t get your smile out of my mind
I think about your eyes all the time
You’re beautiful but you don’t even try
Modesty is just so hard to find
Now I’m speechless, over the edge
I’m just breathless
I never thought that I’d catch this lovebug again
Hopeless, head over heels in the moment
I never thought that I’d get hit by this lovebug again”
– Lovebug (Jonas Brothers)
Ela sorriu lendo aquele trecho, porque sabia bem o que aquelas palavras significavam. Olhou para Calum que tinha uma expressão calma, mas no fundo estava escondendo seu nervosismo. decidiu então abrir a caixa. Ao puxar a tampa, alguns papéis presos por um fio vermelho desceram com a seguinte frase , você aceita ser minha namorada?”.
-Calum Thomas Hood, o que é isso? – Embora a mensagem estivesse clara, a garota estava em choque.
, eu gosto muito de você. Eu penso em você o dia todo, mesmo quando não estamos conversando. – Ele pausou. – Já escrevi ao menos três canções para você. Eu quero você comigo, não é óbvio? – Ele riu meio tímido. – Eu quero poder sair de mãos dadas com você sem medo de alguém fotografar e criar algum rumor, porque não são rumores, são fatos. Eu não quero mais dizer que estou sozinho, porque eu achei você. – A garota estava com os olhos cheios de lágrimas e emocionada com tudo o que havia ouvido.
– É claro que eu aceito, Hood. – Ela respondeu abrindo o maior sorriso e indo abraçar o, agora, namorado. – Nem nos meus sonhos mais selvagens eu imaginei ter você como meu namorado. – Selou os lábios do rapaz.
– E como você se sente com isso? – Ele perguntou entre o beijo. Anne separou-se de Calum e fez uma expressão pensativa e divertida.
– A mulher mais feliz do mundo. – Ela respondeu colando sua boca na de Hood outra vez.

FIM

Nota da autora: CHEAT LANE ALERT!!! Oiieeee, estava sofrend um pouco com o  sumiço do Calum e acabei escrevendo uma fic… kkkk Espero que gostem :*
Twitter: @amanda_ritis | Instagram: @amandar_autora

Outras histórias:
[LONGFICS]
– Oxford University – [Restritas – Bandas /One Direction] – Em andamento.
– Queda e Ascensão – [Restritas – Cantores/Niall Horan] – Em andamento.

[SHORTFICS]
All You Had To Do Was Stay – [Especial Um Ano FOFIC]
Delicate – [Especial Um Ano FOFIC]
The 1 – [Especial Um Ano FOFIC]
London Boy – [Especial Um Ano FOFIC]
My Everything – [Especial 10 Anos de One Direction]
– Needy – [Cantores – Louis Tomlinson]
– Small Talk – [Especial Heartbreak Weather]
– Forget You Not – [Cantores – Harry Styles]
– Golden – [Especial Fine Line]
– Cherry – [Especial Fine Line]
– 11. Love Is Easy – [Especial McFly]
– 13. Party Girl – [Especial McFly]
– 21. Foolish – [Especial McFly]