Atualizações

[REVIEW] P.S. I Still Love You

[REVIEW] P.S. I Still Love You

To All the Boys: P.S. I Still Love You é um filme de comédia romântica adolescente estadunidense, dirigido por Michael Fimognari, baseado no romance de Jenny Han, da série To All the Boys I Loved Before.

O filme é uma sequência de To All the Boys I’ve Loved Before e foi lançado em 12 de fevereiro de 2020 exclusivamente na Netflix, com um terceiro filme intitulado To All the Boys: Always and Forever, Lara Jean em pós-produção.

Como toda boa sequência, o filme segue os acontecimentos de seu antecessor, adicionando novas dinâmicas no relacionamento entre os personagens já conhecidos e adicionando caras novas no enredo. Lara Jean e Peter Kavinsky estão namorando, mesmo depois de toda a confusão que o namoro falso entre eles causou no primeiro filme. Eles acabaram se apaixonando e entrando em um relacionamento de verdade, mesmo que as sombras do passado ainda fossem um problema para Lara Jean.

Nesta sequência, vemos LJ bastante insegura sobre seu relacionamento. Ela nunca namorou, então não sabe como agir ou o que fazer. Não conhece o “manual das namoradas” e tem inseguranças a respeito de Gen. Somado a isso, temos o relacionamento entre Peter e Gen, que mesmo após o término do namoro, ainda tem uma ligação, por terem passado muito tempo juntos e conhecerem um ao outro. Tomada pela insegurança e pelo medo, LJ acaba encontrando em John Ambrose uma espécie de fuga, onde “e se” leva ela a esquecer de mencionar seu namoro com Peter e fazer John acreditar que eles poderiam ter algo. Durante o filme, em nenhum momento, Lara Jean parece se apaixonar por John Ambrose. O problema dela sempre foi sua insegurança e o medo de não ser o suficiente para ter um relacionamento estável com Peter. John Ambrose foi apenas uma distração, serviu apenas para “atrapalhar o casal” principal. A Netflix vendeu um triângulo amoroso e entregou um relacionamento monogâmico, com uma personagem confusa e um cara surgindo para atrapalhar ainda mais a vida do casal.

Não existiu espaço para John Ambrose se desenvolver. Não existiu espaço para Lara Jean se apaixonar por ele, para que o relacionamento deles pudesse dar certo e fizesse o público torcer por eles. Para LJ, sempre foi Peter Kavinsky. E a forma como John foi jogado para fora de cena, foi totalmente irresponsável. Ele apareceu quando foi conveniente e quando já não servia para mais nada, simplesmente sumiu. E isso é extremamente problemático, principalmente quando colocamos em pauta a responsabilidade afetiva. LJ não teve nenhum respeito pelos sentimentos de John. Ela estava confusa sobre Peter e deixou John achar que ela gostava dele. Deixou John pensar que talvez eles pudessem ser algo, quando eles não seriam porque ela amava Peter.

P.S. I Still Love You foi um filme incrível para quem não leu o livro e para quem sempre foi team Kavinsky. John Ambrose tinha carisma, mas não foi bem aproveitado. E eu gostaria muito que Lara Jean tivesse tido mais cuidado e respeito pelo que ele sentia por ela, mesmo que eu seja completamente team Kavinsky.

Escrita por Grazie S.